Senadora Gleisi Hoffmann quer militância firme na rua

Ao se despedir do povo gaúcho na tarde desta quarta-feira (24), em torno das 14h30, a senadora e presidente do PT Gleisi Hoffmann conclamou a militância para se manter em vigília e não sair das ruas até o final do julgamento do recurso apresentado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Tribunal Regional Federal da 4ª Região, referente ao caxo do triplex do Guarujá. A manifestação foi posterior ao voto do relator desembargador João Pedro Gebran Neto, que aumentou a pena de nove anos e meio para 12 anos e um mês de prisão.


Para a senadora Gleisi é preciso intensificar e radicalizar a presença nas ruas, “porque estamos diante de voto político e não baseado em fatos e provas, mas se confirmarem a sentença do juiz Sérgio Moro, estarão rasgando a constituição”. A presidente do partido de Lula agradeceu aos manifestantes que estão em Porto Alegre e aos que se posicionam em todos os estados, e diz que “não vamos aceitar uma sentença que não seja justa”.


A presidente do PT afirmou ter esperança de que os dois outros desembargadores sejam mais técnicos em seus posicionamentos e votos. Gleisi também anunciou que as centrais sindicais estão preparadas para uma greve geral, num tempo curto, porque agora a proposta é radicalizar a luta.

 

Inara Claro – Mtb 5490

Guilherme Imbassahy