Ato em defesa da democracia e pelo direito de Lula ser candidato mobilizou centenas de participantes em Porto Alegre

 

O calor intenso que assolou a capital gaúcha, do último sábado (13), não foi suficiente para afastar as centenas de pessoas que participaram do Dia Nacional de Mobilização em defesa da Democracia e do direito de Lula ser candidato, no Parque da Redenção, em Porto Alegre. Na ocasião, um grande número de militantes de partidos políticos e dos Movimentos Sociais integrantes da Frente Brasil Popular (FBP), estiveram participando do lançamento do Comitê Popular Municipal que marcou o início de um calendário de atividades previstas de agora até o próximo dia 24 de janeiro, data do julgamento do recurso de Lula no TRF4. Mais de 600 comitês pela defesa da Democracia já foram abertos em todo o Brasil.

 

No Parque da Redenção, a programação contou com uma aula pública sobre o julgamento do ex-presidente Lula com colocações e implicações jurídicas, além de uma ampla reflexão sobre a continuidade da democracia no país. Além da aula pública, teve um ato político e cultural, oficina de cartazes, faixas e batucada organizadas pelo Comitê de Mulheres. A coordenação dos trabalhos ficou por conta do presidente municipal do PT, Rodrigo Dilelio, e da dirigente municipal do PCdoB, Silvana Conti.

 

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, destacou a necessidade de preservar a autonomia das manifestações do dia 24, pois acredita que se depender do TRF4, não haverá liberdade de expressão. Ela salientou a importância da mobilização popular para conter o avanço do golpe, que iniciou com o impeachment de Dilma e tenta se consolidar através da possível condenação de Lula. E reforçou, com explicações detalhadas, na aula pública, a necessidade de esclarecimento à população sobre os procedimentos equivocados que vão sendo adotados pelo atual governo de Michel Temer. “A mobilização é essencial para mostrar ao mundo o absurdo desse processo, que iniciou errado”, afirmou.

 

Já, Abgail Pereira, da direção estadual do PCdoB, fez uma análise sobre o momento político e os golpes que vem sendo cometidos contra a classe trabalhadora, como a reforma trabalhista e a reforma da previdência. Apontou o alinhamento político do desmonte do Estado e das políticas sociais por parte dos governos Temer, Sartori e Marchezan.

 

Além de Gleisi e Abgail, um conjunto de lideranças políticas manifestaram-se no decorrer da tarde. Entre elas o presidente do PT/RS, Pepe Vargas, o deputado federal Marco Maia e a deputada Federal Maria do Rosário; o ex-ministro Miguel Rossetto, o dirigente do PCdoB, Giovani Culau e a representante da Intersindical, Neiva Lazarotto. Também se fizeram presentes militantes do PCO, com uma coleta de assinaturas pela anulação do impeachment da presidenta Dilma Rousseff.

 

Além do apoio importante da Intersindical, durante o ato foi lida a carta do PSol de apoio ao direito de Lula ser candidato. Outro ponto alto da atividade foram os testemunhos do jornalista e escritor Rafael Guimarães e do cineasta Otto Guerra.

 

Na parte cultural as manifestações de apoio vieram através das participações dos artistas Gilberto Chaves, Oly Junior, Nei Lisboa, Richard Serraria, Demétrio Xavier, Leonardo Ribeiro, Bloco da Diversidade, Mariete Fialho, Luís Rodrigues do Grupo Mente Mestra S/A. A intervenção poética ficou por conta de Ricardo Silvestrin, além de uma participação especial do jovem Igor, que veio do Rio de Janeiro para acompanhar as atividades em Porto Alegre.

 

A atividade iniciou por volta das 15 horas, terminou por volta das 21 horas e teve a presença de cerca de mil pessoas. O ato foi transmitido pelas redes sociais e obteve mais de um milhão de visualizações, com comentários de todo o Brasil, de países da América Latina e da Europa.

 

Por: Joana Rodrigues / Comitê de Comunicação da FBP RS

 

 

 

Mais de 1 milhão de pessoas acompanharam o ato pela internet

 

Cinco páginas transmitiram ao vivo, pelo Facebook, o ato deste sábado, dia 13. O alcance total foi de 1.775.646 pessoas e o engajamento (curtidas, comentários e compartilhamento) foi de 75.184. Veja abaixo os dados página por página. 

 

 

Com Lula em Poa


27.260    - Reações, comentários e compartilhamentos
761.180 - Pessoas alcançadas

 

Partido dos Trabalhadores
 

30.278    - Reações, comentários e compartilhamentos
485.653 - Pessoas alcançadas

 

Falando Verdades

 

2.800    - Reações, comentários e compartilhamentos
84.000 - Pessoas alcançadas

 

PT no Senado


11.721    - Reações, comentários e compartilhamentos
304.813 - Pessoas alcançadas

 

PT Na Camara

 

3.125    - Reações, comentários e compartilhamentos
170.000 - Pessoas alcançadas

 

lançamento comite nacional de defesa da democracia_ireno jardim (32).jpg